Especialidades

O atendimento abrange o público infantil, adulto e idoso e conta com as seguintes especialidades.

 PSICOMOTRICIDADE RELACIONAL  – CBO 2239-15 

A Psicomotricidade Relacional é uma das abordagens da ciência Psicomotricidade. Sua especificidade é direcionada tanto por uma teoria quanto por uma metodologia própria que permite acessar e acionar motivações inconscientes capazes de modular o comportamento humano.O Atendimento Clínico em Psicomotricidade Relacional estimula o desenvolvimento motor, emocional, cognitivo e relacional de bebês, crianças, adolescentes, jovens e adultos por meio do jogo simbólico, da comunicação não-verbal e verbal e do atendimento em grupo.

Objetivos:

  • Atuar nas dimensões do corpo e psiquismo em conformidade com o movimento, com a afetividade e com a cognição.
  • Compreender as necessidades de adaptação psicomotora, comportamentais, sociais e de crescimento pessoal.
  • Estimular o desenvolvimento de funções sensoriais, perceptivas, motoras, atencionais, comunicativas e executivas (controle inibitório, planejamento, abstração e metacognição), entre outras.
  • Cuidado com a saúde sócio-emocional, identificando motivações inconscientes que acionam comportamentos movidos por sentimentos e emoções que precisam ser melhor regulados, favorecendo a qualidade de vida do indivíduo.

Como acontece:

  • Sessões individuais ou em grupo, respeitando a faixa etária do cliente.
  • Atendimento conduzido por dois profissionais, figura feminina e figura masculina, que atuam juntos ou alternadamente conforme a necessidade de cada caso.
  • As sessões se realizam com periodicidade semanal, com 01 hora de duração, no mínimo.
  • Acompanhamento e orientação aos pais, à escola e contato com os demais profissionais que acompanham o cliente.

Público Alvo: Contempla o atendimento com bebês a partir de 08 meses, crianças, adolescentes, jovens, adultos, idosos e famílias de modo preventivo integral e integrado. Visa cuidar da saúde de pacientes com diagnósticos diversos e/ou transtornos do neurodesenvolvimento tais como TEA, TOD, TDAH, TAG, dificuldades comportamentais leves, dificuldades de aprendizagem, de socialização, comprometimento de fala e linguagem, entre outros.

 

 PSICOLOGIA – CBO 2515-10

Objetivo: O atendimento psicológico neste centro utiliza as abordagens de orientação psicanalítica, cognitivo-comportamental – TCC, Terapia ABA e Gestalt Terapia. Visa oferecer suporte às pessoas que buscam um processo de autoconhecimento mais profundo para melhorar suas relações consigo, com o meio e com o trabalho.

Além disso, visa tratar desordens do neurodesenvolvimento como por exemplo TEA, TOD,  TDAH, TAG, transtornos alimentares, fobia social, depressão, dependência química e problemas de aprendizagem, doenças psicossomáticas, perda de limite de conduta, entre outros.

Como acontece: Sessões individuais, com frequência semanal e duração de 60 minutos para cada atendimento. Modalidade online e presencial.

Público Alvo: crianças, adolescentes, adultos e idosos.

 

 

 NEUROPSICOLOGIA – CBO 2515-45

Objetivo:  Avaliar,mensurar e descrever as funções cognitivas, emocionais e comportamentais, evidenciando suspeitas de alterações cognitivas que podem ser decorrentes de desordens neurológicas e outros transtornos. É indicado para investigar o perfil cognitivo na presença de queixas de desempenho ocupacional, de aprendizagem e comportamentais, que desempenham um impacto na vida diária do paciente. No que se refere à avaliação neuropsicológica infantil é possível investigar o perfil de funcionamento cognitivo na presença de queixas comportamentais e/ou de aprendizagem e assim auxiliar no diagnóstico diferencial dos transtornos e dificuldades relacionadas à infância e na orientação de intervenções.

Como acontece: Por meio de entrevista e testes neuropsicológicos padronizados, o profissional neuropsicólogo investiga o funcionamento cognitivo e estabelece as habilidades e as dificuldades específicas da criança, adolescente ou adulto. Por meio destes, o profissional avalia as seguintes funções: atenção, memória e aprendizagem; planejamento e organização (funções executivas); habilidades perceptivas e motoras; habilidades visuo-espaciais; habilidades acadêmicas; resolução de problemas; capacidade de raciocínio e julgamento; linguagem; humor e comportamento.

Público Alvo: crianças a partir de 05 anos, adolescentes e adultos.

 

 PSICOPEDAGOGIA – CBO 2394-25

Objetivo: A Psicopedagogia Clínica tem como objetivo identificar e trabalhar as questões referentes ao processo de aprendizagem, incidindo sobre as dificuldades existentes e potencializando as habilidades já adquiridas. É também nosso foco contribuir com hipóteses diagnósticas no âmbito de possíveis transtornos de aprendizagem, tais como: dislexia, discalculia, dispraxia, disortografia, disgrafia, disfasia, TDAH, entre outros.

Como acontece: Na clínica, individualmente. Cada sessão tem duração de 50 minutos e é proposta singularmente de acordo com a demanda de cada aprendente (podendo, portanto, serem utilizados materiais e atividades interventivas de diferentes naturezas, atendendo a cada caso específico).

Público Alvo: indivíduos de 03 a 16 anos.

 

 TERAPIA OCUPACIONAL – CBO 2239-05

Objetivo: Visa realizar um plano de trabalho composto por atividades e orientações personalizadas, respeitando as necessidades de cada paciente, criando junto com ele novas formas de fazer o que ele quer e precisa, com a maior autonomia e independência possíveis. Também orienta a família sobre a adaptação do ambiente e/ou os acessórios utilizados no dia a dia do paciente, de modo que o torne mais autônomo e seguro em sua rotina ocupacional e no desempenho das tarefas cotidianas.  Realiza avaliação que leva em conta o contexto de vida, idade, histórico ocupacional, desenvolvimento e objetivos de cada paciente.

Como acontece: Os atendimento acontecem com regularidade semanal e o número de sessões por semana será indicado conforme avaliação da necessidade de cada caso.

Público Alvo: Atende indivíduos de todas as faixas etárias e diagnósticos clínicos cuja capacidade para desempenhar atividades cotidianas estejam ameaçadas ou interrompidas por incapacidades temporárias ou permanentes. É indicado para pacientes com diagnósticos nas áreas de neurologia, pediatria, ortopedia, entre outras.

 

 FONOAUDIOLOGIA – CBO – 223810

Objetivo: Desenvolver e aprimorar aspectos da comunicação humana como a linguagem oral e escrita, a fala, a voz, a audição e as funções: respiração, sucção, deglutição e mastigação. Desenvolver atividades voltadas para a promoção da saúde e da educação.

Como acontece: 1 ou 2 x na semana, a depender do caso.

Público Alvo: crianças até idade aproximada de 12 anos.

 FISIOTERAPIA PEDIÁTRICA – COFFITO – 9581-F

Atua no tratamento de alterações neurológicas congênitas ou adquiridas a fim de desenvolver as suas habilidades motoras. Esse tipo de fisioterapia deverá adequar-se às particularidades da infância, oferecendo técnicas adequadas para a idade do paciente.

Objetivo: estimular ao máximo o desenvolvimento neuropsicomotor das crianças acometidas por problemas neurológicos para que estas possam tornar-se independentes em todas as suas atividades de vida diárias.

Como acontece: de duas a três vezes por semana dependendo da avaliação do profissional.

Público Alvo: crianças de zero a quatro anos com alterações congênitas ou adquiridas.

 

 TERAPIAS HOLÍSTICAS – PICs – CBO – 322125 

No Centro de Desenvolvimento  Humano Relacional – Íntegra, trabalha-se com Reiki, Barras de Access e Thetahealing,  por meio da qual é possível alinhar centros de energia do corpo, promovendo o equilíbrio energético necessário para manter o bem-estar físico e mental. As Práticas Integrativas e Complementares tem suas bases nos sistemas médicos tradicionais, que se utilizam do modelo holístico, cujo tratamento tem o objetivo de induzir a um estado de harmonia e equilíbrio em todo organismo.

Objetivo: restabelecer o equilíbrio do campo energético, auxiliando nos processos saúde-doença e promovendo relaxamento profundo e melhor qualidade de vida.

Como acontece: As sessões acontecem em média uma vez por semana, presencial e/ou online, com uma hora de duração. A quantidade de sessões é aconselhada no primeiro atendimento conforme avaliação da demanda do cliente.

Público Alvo: Crianças, adolescentes e adultos de ambos os sexos, com idade a partir de  8 anos.